RIO LOCALIZADO
Texto: Marília Carqueja


Litoral do Rio de Janeiro

O litoral do Rio de Janeiro é sem dúvida paradisíaco. O que há de melhor no litoral é a Baía dos Reis, nunca conhecida com este nome, porque na verdade compreende um complexo de baías e ilhas (Sepetiba, Mangaratiba, Ilha Grande). Estas ilhas são afloramentos rochosos, maravilhosamente ornados com coqueiros e bromélias coloridas, circundadas por areias brancas, de aspecto selvagem e exuberante vegetação tropical, contrastando com o degradée de um mar por vezes verde e mais adiante de um azul celeste.

 

ORMOSIA ARBOREA, (Vell.) Harms
(Leg. Pap)
Nome vulgar: "TENTO"

Dispersão geográfica: é planta freqüente na vegetação litorânea e nas matas do Rio de Janeiro. Floresce em agosto.

This tree is found in the woods of the coastal slopes of Rio de Janeiro. Flowers in August.

COURATARI RUFESCENS, Camb.
(Lecythidaceae)
Nome vulgar: "JEQUITIBÁ DE MANTA"

O Couratari rufescens é pouco freqüente na flora carioca; quando em flor aparenta um grande corimbo de flores amarelo-creme.
Floração: Nos meses de junho e julho nota-se intensa floração, sem que a planta perca por completo as folhas.

Tree found but not common in the Federal District. When covered with flowers it looks like a large corymb of cream-yellow flowers. The flowers extend over the deep green foliage, in June and July.

Cristo Redentor

No alto do Corcovado, por ocasião dos festejos do Centenário da Independência (1922), foi lançada a pedra fundamental de um majestoso monumento à Cristo Redentor.

Desde o início do Século XIX os viajantes que por aqui passavam, ficavam admirados com a beleza do seu porte. Até Dom Pedro I deixou gravado no tronco de uma árvore, no sopé do morro, IP2 1824 (Imperador Pedro fevereiro de 1824).

Conta a história que o padre francês Boss, ao entrar pela primeira vez na Baía de Guanabara, ao se deparar com o Corcovado exclamou: - Que belo lugar para uma estátua de Cristo!

Completamente diferente do traçado original (Bom Pastor com um cajado) em 12 de outubro de 1931, foi inaugurada a estátua do Cristo Redentor do Corcovado pelo, então presidente Getúlio Vargas e o cardeal D. Sebastião Leme.

Com 30m, braços abertos domina com sua grandiosidade, a cidade do Rio de Janeiro.

Às 7 horas e 15 minutos da Noite do dia da inauguração, o famoso inventor Guilherme Marconi, de um porto da Itália, acionou a chave eletromagnética, iluminando o monumento.

Págs. 1  2

[Álbuns Florísticos]