CACHIMBOS INSÓLITOS
[Cachimbos]
Texto: Gustavo Knust
Col.: Adelino Knust
        Cachimbos em que a definição não encontra palavras exatas para descrever as obras idealizadas por seus artistas.
        A utilização de espigas de milho para a fabricação de cachimbo é datada de 1870, quando o General americano Mac Arthur, difundiu o uso destes cachimbos criados por um fazendeiro do Missouri. Estes cachimbos possuem a singular característica de serem descartáveis, eles raramente duram seis meses. No entanto são cachimbos leves e gostosos de fumar e por isso são bastante fabricados a preços bem populares.
       Esculpido em meerschaum, esta peça representa a mão segurando um ovo (fornilho). A delicadeza do cachimbo com detalhado acabamento rebuscado cujo tema é muito explorado, principalmente na Áustria, indica um cachimbo do inicio do século XIX. A piteira em âmbar corrobora a idade e origem da peça.

Fonte: Pipes au Coeur
        Três cachimbos bastante exóticos, onde os fornilhos são montados em conchas de caracóis terrestres. Século XIX, França.
Este raríssimo cachimbo esculpido em verdadeiro briar, representa uma fortaleza na maioria de suas características arquitetônicas. Além da habilidade requerida esta peça exigiu certa precisão em relação à escala utilizada visando a harmonia visual da peça. Provavelmente da segunda metade do século XIX. A ausência da piteira deve-se ao fato de ainda não ter sido encontrada nenhuma fotografia dentre a vasta literatura sobre cachimbos, que mostrasse peça similar com a respectiva piteira.
Cachimbos cujo material utilizado é o vidro. Houve épocas em que as duas maiores peças eram utilizadas em determinadas regiões para o consumo de bebidas, principalmente o conhaque. A menor no entanto é originaria da Holanda e utilizada atualmente para o consumo de drogas.
Cachimbo em terracota, originário de Camarões, costa oeste africana, de etnia Bamum. O rei e sua corte são o ponto focal da vida Bamum, e exercem uma poderosa influência no desenvolvimento das artes plásticas. A arte Bamum tende à dramatização retratando formas de poder, cotidianas ou de luxuria. Os cachimbos altamente decorativos são representação da arte real Bamum. São normalmente utilizados por homens mais experientes e com certa importância política, como oficiais de alta patente no conselho de anciãos ou nas sociedades secretas. Os cachimbos são utilizados também para indicar o status social do individuo.

Fonte: Pipes au Coeur
        Dois cachimbos africanos de aproximadamente 45cm. O Cachimbo de bronze é proveniente de Camarões e o fornilho forma uma pessoa de cócoras. A piteira é guarnecida em marfim esculpido. O cachimbo em terracota advem dos índios “Baloudas” com fornilho em forma de tubo decorado e piteira em marfim com escultura de personagens. Provavelmente produzidas na segunda metade do século XIX.
        Excepcional e raros cachimbos de meerschaum foram esculpidos durante o século XIX, em Viena. Peças como estas eram encomendadas pelos próprios fumantes diretamente aos artesãos. O estojo à esquerda, todo em couro, digno de uma jóia, possui requintes como a bolsa para transportar o fumo e a perfeita acomodação do cachimbo composto por 2 peças. O fornilho ricamente trabalhado possui uma tampa de prata, enquanto um cordão metálico une as duas partes do cachimbo através de anéis que possibilitam mantê-las inseparáveis, evitando que se percam. Montadas ficam como foto abaixo. O conjunto à direita foi fabricado em 1871, conforme gravação na tampa do estojo que o acompanha, além das inicias E.C.. Feito sob encomenda, desta vez foram solicitados dois cachimbos além de piteiras para cigarro. Para fumar o cachimbo maior é necessário completá-lo com parte da piteira para cigarro bastando retirar o bocal em meerschaum, conforme foto abaixo. É possível que o cachimbo menor fosse utilizado por uma mulher, bem como a outra piteira para cigarro, devido à delicadeza e menor dimensão da peça.
   Cachimbo chinês que nos remete ao folclore daquele país traz a forma de um dragão comumente citado nas fábulas e histórias chinesas. Esculpido em madeira possui piteira de osso e anel de bronze. Estima-se ter sido produzido no inicio do século XIX (8x30cm). Possui estojo recentemente confeccionado para melhor acondicionamento da peça.
Os colecionadores conhecem-no como cachimbo de Barbizon. A cabeça do personagem é o fornilho do cachimbo. A piteira é guardada dentro do corpo do personagem, de tal forma que ainda possa compor o pescoço da escultura. Nas mãos há sempre algum objeto que serve como piteira para cigarros ou charutos, neste caso uma piteira para cigarros em forma de cachimbo. Este é um modelo fabricado em Saint Claude, no final do século XIX.

Fonte: Pipes au Coeur
        Três fornilhos de cachimbos em meerschaum com tampas e virolas em prata, todas originárias do império austro-húngaro. Do alto para baixo temos: baixo relevo representando um combate entre húngaros e turcos em trajes típicos do século XVII (14x12cm); baixo relevo com músicos em polvorosa, acompanhando o rei à cavalo, em costumes do século XVII (13x13cm); baixo relevo evocando os conflitos entre o Império austro-húngaro e os turcos, e o oferecimento sobre uma almofada das chaves de uma cidade a nobres austríacos.
         Feitos em metal, estes três cachimbos de origem chinesa, conhecidos como cachimbos de água, são confeccionados para o consumo de ópio. São cachimbos muito bem elaborados onde são partes destacáveis: a piteira, o outro compartimento, além dos acessórios destinados à limpeza do cachimbo. Compõem a piteira, o fornilho, a própria piteira e o local destinado à água, que não podemos ver mas é a continuação, no espaço interno, da peça que vemos na foto acima. O outro compartimento é utilizado como deposito para o fumo, e é retirado do cachimbo puxando-o para cima, o que também ocorre com a piteira.

Fonte: Pipes au Coeur
        Cinco charuteiras em meerschaum com piteiras em âmbar. A caça, esporte muito praticado nos séculos passados, é retratada nestas peças de maneira artística e perceptiva dos artesãos da época. De cima para baixo temos: Caçador e escudeiro (10 cm); A emboscada (7 cm); A queda da caça (15 cm); Caçador vitorioso e fiel escudeiro (15 cm) e Caça montada (10 cm).

[Cachimbos]

[Animais] [Bustos] [Sensuais]